terça-feira, 24 de junho de 2008

Combinação Vinho/Comidas

Alcachofras e aspargos
O gosto particular que tem as alcachofras confere ao vinho um sabor muitas vezes metálico. O responsável é um composto denominado cinarina, que converte qualquer vinho de qualidade em um verdadeiro desperdiço de potencial e dinheiro.
No caso do aspargo talvez um Sauvignon Blanc possa acompanha-lo.

A Menta
Igual que as balas de menta não são os mais adequadas na hora de organizar uma cata, as sobremesas e saladas com fortes notas mentoladas ou, de modo especial, a clássica salsa de menta que costuma acompanhar ao cordeiro (onde combinam-se menta e vinagre), deixam muitíssimo a desejar como acompanhantes de um vinho de qualidade.

Especiarias
Os pratos sutilmen-te condimentados podem complementar muito bem com um vinho corpulento. Não entanto, existem pratos, como o vindallo o alguns desses chiles, aqueles que fazem soltar as lágrimas, que não harmonizam bem com o vinho. A comida ardida deixa a boca ao vermelho, incapacitan-do-a do valor dos distintos parâmetros que o compõem.

Gema de Ovo
Uma gema mole parece revestir e bloquear a sensibilidade da boca, deixando-lhe as papilas gustativas num estado de total indefensão. Pode fazer falta um pouco de pão para limpar o paladar.

Fonte: Bodega Augusto Polenta



2 comentários:

Helô disse...

Rubén, eu aprendi na prática: curry atropela o vinho! Aqui em casa gostamos de curry bem picante, e eu de teimosa insisti que tinha que ser com vinho. Arrisquei um torrontés e o coitadinho foi solenemente igonorado. Acho que a coisa deve ser como o ditado "Em Roma...": para comida da India, cerveja!
beijos.

Ruben disse...

Interessante. Não entanto, a Joanna Simon, em seu livro Vinho e Comida, da Octupus Groups Ltda., diz que comidas que levam curry, devem ser acompanhadas por vinhos elaborados com as uvas: Zinfandel, ou Shiraz ou Merlot, ou Cabernet, todos do Novo Mundo...
Mas, a experiência vale mais.

Um abraço
Rubén Duarte