quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Técnicas de irrigação nos Andes

Usando técnicas de irrigação, aprendidas com os incas, ao drenarem água da neve dos cumes montanhosos, em solo argilo-pedregoso, de boa drenagem, com temperaturas elevadas ao dia e amenas à noite, os produtores encontraram ao largo do cordão da Cordilheira dos Andes a proteção e o oásis perfeito para a produção de seus vinhos. A noroeste, entre 1750 e 2300 metros acima do mar, produzindo malbecs bravios e corpulentos, estão Cafayate, Yacochuya, Las Viñas e San Carlos. Mais ao sul, Chilecito, em La Rioja, e os privilegiados Valles de Tulum, Ullum, Zonda e El Pedernal, em San Juan, elaboram exemplares originais desse varietal. Entretanto, o ecossistema de Mendoza é o paraíso do malbec. A chamada primeira zona ou zona alta do rio Mendoza (Maipú, Luján de Cuyo), San Rafael e o Valle de Uco oferecem alguns dos mais reconhecidos vinhos a nível nacional e internacional. Finalmente, até mesmo a Patagônia também existe para a cepa argentina bandera, sobretudo nos promissores terrenos do Alto Valle del Río Negro.

Fontes:
MaCNEIL, Karen. The Wine Bible. New York: Workman Publishing, 2001, p. 847-860.
Blog dos Guedes.

Um comentário:

Mezik disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.